Fotos: Natalia Valle

Vinho é praticamente unanimidade entre os amantes da gastronomia. Seja qual for a uva, a região e os níveis de tanacidade, ele é sempre bem vindo. Uma bebida excelente para acompanhar diferentes pratos e que ajuda a compor e elevar os sabores. Ultimamente tenho me animado mais a buscar informações sobre harmonização de vinhos com alimentos diferentes, e quais se adaptam melhor ao meu paladar, que ainda é iniciante neste campo.

Se você também está entrando na onda de vinho agora, e ainda acha algumas uvas mais agressivas ao paladar, recomendo começar pelo meu favorito: Merlot. Elé é bem aceito por inúmeros alimentos e tem o sabor suave, que já é ótimo quando degustado sozinho. A receita de hoje é um excelente acompanhamento para um bom merlot.


Pão sovado recheado
com queijo, copa e tomate seco


  • 1 pão sovado de 400g
    (ou outro de massa macia e pouco salgada)
  • 200g de mussarela ou emmenthal ralada grossa
  • 100g de presunto copa em tiras
  • 200g de tomate seco cortado em tiras
  • Azeite da conserva do tomate seco



Modo de preparo
Corte superficialmente o pão em quadrados, com o cuidado de não ir até o fim.
Entre os cubos do pão, encaixe os demais ingredientes, regando com o azeite no final.
Leve o pão ao forno por 15 minutos.





Fotos: Natalia Valle

Acho que sou uma das poucas pessoas no mundo que prefere uma boa carne de segunda a qualquer filé mignon que apareça. O filé mignon é uma carne magra, sem nervos, que com um bom corte, sal e pimenta já torna-se um excelente prato. Mas preparar uma fraldinha, rabada ou peito é assunto para quem leva a cozinha a sério.

Um dos meus pratos preferidos é a brasileiríssima rabada. Fazer com que o rabo do boi, com toda sua cartilagem e nervos, fique saboroso e macio é tarefa árdua e eu dou extremo valor a quem o faz bem. Ainda não me atrevi a preparar uma rabada, mas numa manhã dessas tomei coragem e temperei daqui, marinei dali e preparei um peito de boi para amante de filé mignon nenhum botar defeito. Cozido quase em um barbecue caseiro acompanhado de um simples arroz com brie e damasco, se mostrou um prato muito saboroso e de qualidade.

Se você ainda não domou essas carnes, tente esta receita. E se também não domou a panela de pressão, basta cozinhar pelo dobro do tempo, ou um pouco mais, em uma panela funda comum. Cuidado para não secar o líquido, adicione água. E para os amantes de pratos mais magros, retire o queijo do arroz e você terá uma ótima opção.


Peito de boi



    Ingredientes

  • 1,5kg de peito de boi limpo
  • 2 cebolas roxas em tiras largas
  • 1/2 xícara de ketchup
  • 1/4 de açúcar mascavo
  • 4 colheres de sopa de mostarda amarela
  • 1 cubo de caldo de legumes
  • sal e pimenta-do-reino
  • 1 colher de sopa de oregano
  • 1 colher de sopa de manjericao desidratado
  • 1 ramo de alecrim



Modo de preparo
Junte todos os ingredientes, exceto o sal,
e deixe por pelo menos 2 horas na geladeira marinando.

Após este período, coloque em uma panela de pressão,
cubra com água, adicione o sal e leve para o fogo.
Depois que pegar pressão, deixe cozinhar por 1 hora pelo menos,
para que a carne fique bastante macia.




Arroz de grãos com brie e damasco



    Ingredientes

  • 500g de arroz multigrãos (o meu preferido é o 7 grãos
    da Uncle Ben’s, com arroz selvagem)
  • 1/2 cebola picada
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 200g de brie cortado em cubos pequenos
  • 100g de damasco cortado em cubos
  • Sal a gosto



Modo de preparo
Refogue a cebola no azeite e adicione o arroz (não precisa lavar).
Quando o arroz estiver bem refogado, complete a quantidade de água fervendo recomendada pela embalagem e coloque o sal. Preste bastante atenção nas instruções da embalagem, uma vez que cada grão que for usado pode variar a quantidade de água.

Quando o arroz estiver completamente cozido,
adicione o damasco, o brie e mexa bem com o fogo já apagado.

O arroz selvagem não deve ficar macio, somente levemente tenro,
ele vai servir para dar uma crocrância ao prato.





Foto: Natalia Valle

A agenda de festivais gastronômicos que acontecem agora em agosto está tão cheia, que mereceu destacar aqui os principais para vocês não ficarem de fora. São tantas opções que vai ser até difícil escolher para onde ir!

Festival de Cerveja
São Paulo recebe o Degusta Beer & Food de 01 a 08 de agosto. O festival de cervejas especiais une degustação e gastronomia com expositores, apreciadores e especialistas. O público poderá participar do Fórum onde mestres cervejeiros, chefs, someliers e jornalistas irão bater um papo sobre diferentes temas. Ingressos e programação completa no site oficial.

Festival de Gastronomia e Cultura
O festival de Tiradentes é um dos mais procurados pelo público. A edição deste ano conta com 60 cursos de gastronomia, 74 atrações culturais, 12 jantares com chefs renomados (brasileiros e estrangeiros), restaurantes na praça, lançamentos de livros, exposições, exibições de vídeos…ufa! Quem tiver oportunidade, não deixe de ir. O evento acontece de 22 a 31 de agosto.

Festival de Inverno
No Rio de Janeiro tem festival no Mercado Municipal. O evento já está acontecendo e vai até o dia 02 de agosto. Esta é a primeira edição e conta com pratos criados pela casas participantes especialmente para o evento. Mais detalhes e programação no site da CADEG.

Festival da Pinga
Neste festival o Gulab marcou presença em várias edições anteriores e já até contamos aqui o quanto gostamos. Nós temos uma certa queda por Paraty, como vocês já devem ter reparado. Neste ano o festival acontece de 21 a 23 de agosto, dessa vez com um novo formato. Além da tenda principal, haverá uma série de atividades no Centro Histórico. Mais informações aqui.

Festival Gastronômico
O festival de Campinas já começou e vai até o dia 17 de agosto. O tema desta edição é “Ler, Comer & Viver”. Os chefs criaram menus inspirados em personalidades da região como Sandy, Luciano do Valle e Carlos Gomes. São 30 restaurantes participando com cardápio completo (entrada, prato principal e sobremesa) por R$ 49,90. Confira os pratos no site do festival.

Festival de Joinville
Em Joinville, as delícias acontecem de 06 a 24 de agosto. Serão 25 casas também com cardápio completo no preço único de R$ 39,00. Confira os menus e lista de participantes aqui.

Festival de Sabores
Ainda em clima de Copa, Macaé realiza o seu festival com o tema Sabores do Mundo de 07 a 10 de agosto. Quiosques serão organizados na Via Gastronômica, onde os restaurantes oferecerão seus cardápios. Neste ano, marcam presença os chefs Pedro Artagão, Checho Gonzalez, Mauro Dias, entre outros. Mais detalhes aqui.





Fotos: Flavia Peroba

Hambúrgueres são queridinhos dos lanches rápidos dos cariocas há muitos anos, mas só recentemente começou a onda das hambúrguerias na cidade. Eu enlouqueci assim que soube de uma das primeiras, e passada a euforia e evitando as longas filas de espera, finalmente fui conhecer o T.T. Burger, no Arpoador.

Ambiente agradável e boa comida me fazem extremamente feliz nas noites de domingo. A casa inaugurou no ano passado e virou point pós-praia. Com Thomas Troisgros à frente do cardápio, a promessa era que sua receita de família garantiria mais que um hambúrguer, mas uma refeição memorável.

Eu já amei a proposta mesmo antes de ir, então as expectativas eram altas. Estive lá para comprovar e o sabor é ainda maior do que imaginava: hambúrguer 180g suculento e saboroso, pão de batata-doce, picles, tomate, alface, e queijo com molho da casa. O ambiente é adorável, cheio de gracinhas e diálogos com os clientes, em um espaço super pequeno mas descolado. O atendimento é rápido, até porque variedade não é o forte do local.

Desde sua inauguração, o T.T. servia apenas este hambúrguer (com opção com ou sem queijo), duas opções de fritas (palito ou chips) e três de milkshake (goiaba, nutella e doce de leite com flor de sal). A boa notícia é que acabou de abrir outra loja, no Leblon, e com um espaço bem maior. O cardápio ganhou duas novas opções: bacon e double (com dois hambúrgueres). Não deixe de provar o famoso ketchup de goiaba deles (tem um sabor quase de barbecue, levemente defumado e adocicado). Vale a pena! Virou um dos meus locais favoritos.

Reserva T.T. Burger
Rua Francisco Otaviano, 67 – Arpoador
Av. Ataulfo de Paiva, 1240/A – Leblon
Rio de Janeiro, RJ
facebook.com/reservattburger




21 jul 14


Fotos: Natalia Valle

Vocês já conhecem este livro? A dica veio da minha irmã, que comprou e ficou encantada com as receitas. Apesar de não seguirmos a dieta dukan, doces sem açúcar são sempre bem vindos (o histórico de diabetes na família é extenso, por isso evitamos exageros). Diferente de outro livro que mostrei aqui com açúcar controlado, este corta de vez o seu uso, trocando por adoçante e fazendo as substituições necessárias.

Quem já tentou criar receitas com adoçante sabe o quanto é difícil atingir o sabor ideal. A chance de ficar amargo, sem graça ou com gosto estranho é grande. Portanto é sempre bom ter opções de quem domina o assunto, né? A Confeitaria Dukan apresenta 100 receitas inéditas. São biscoitos, sorvetes, bolos, pudins, entre outros doces.

Algumas receitas foram pensadas especialmente para o público brasileiro como bem-casado, brigadeiro e bolo de cenoura. Entre outras que me deixaram com água na boca: bolinhos de coco, creme de chocolate com laranja e broa de erva-doce. Fica mais esta dica para quem está dieta ou quer evitar o açúcar.


Confeitaria Dukan

Autor: Pierre Dukan – Editora: Best Seller
Ano: 2013 | + Informações





Fotos: Natalia Valle

Quem acompanha o Gulab no facebook (curte lá!) sabe que a gente vive compartilhando ideias legais para festas. Acreditamos que comemorações merecem comidinhas com uma apresentação especial. Dia desses colocamos em prática uma que já havíamos comentado no post de inspirações: casquinha de sorvete decorada com chocolate derretido e confeitos. Além de bonito e gostoso, é super fácil de fazer.

casquinha-de-sorvete-decorada-2

Dicas

• Use forminhas para separar os confeitos e evitar maiores lambanças.
• Você também pode usar biscoito maisena no lugar da casquinha.
• É um diy divertido e seguro de fazer com as crianças.

casquinha-de-sorvete-decorada-3

Como fazer

1. Escolha os confeitos e derrata o chocolate no microondas.
Nós usamos granulado colorido, castanha de caju picada, cappuccino em pó, confeito de coração e achocolatado. Coco ralado e paçoca também são boas opções.
Evite os confetes de chocolate (são pesados para grudar na lateral).

2. Molhe a casquinha no chocolate e, em seguida, no confeito.

3. Espere alguns minutos e coloque para terminar de secar sobre papel manteiga ou alumínio.
Se estiver com pressa, coloque na geladeira para endurecer mais rápido.

4. Coma com sorvete normalmente, ou recheie com m&m’s/balas e grude um suspiro em cima do chocolate ou glacê, simulando um sorvete (mostramos como fazer aqui). Fica bonito para decorar a mesa da festa e as crianças com certeza vão gostar da surpresa dentro da casquinha.




17 jul 14

Cozinha de boneca


Fonte da imagem: iidudu

Fiquei tão apaixonada por esta cozinha quando vi no pinterest, que preparei mais uma seleção de produtos lindos para a casa inspirada nela. Tem gente que diz que esta decoração tem estilo provençal, outros romântico, outros girlie. Talvez seja uma mistura de todos. Dê o nome que você preferir, o fato é que adoro uma cozinha assim, com ares de casa de boneca. O único cuidado é não deixar que ultrapasse a linha para o lado infantil, não exagere no rosa ou nas flores e você terá um ambiente bem feminino e romântico, e ao mesmo tempo equilibrado.


Onde comprar
1. Batedeira pistachio 2. Travessa plana 3. Geladeira rosa 4. Mesa provence 5. Latinhas para especiarias
6. Boleira provençal 7. Jarro Ananás 8. Cadeira floral 9. Galo cerâmica 10. Xícara gato
11. Prato Blackbird 12. Pano de prato pássaro 13. Prato branco renda