Fotos: Flavia Peroba

Desde que me casei e larguei as panelas individuais, vi que cozinhar junto pode ser mais romântico que cinema, jantar a luz de velas e passeios pela praia. A parceria que a cozinha exige é quase que uma terapia de casal. É um ensinar e aprender constante e delicioso. Nosso último empreendimento juntos na cozinha foi para receber amigos queridos e para nos exibirmos um pouco. E foi tão divertido jantar com eles quanto preparar os pratos, que resolvi trazer para vocês a receita que mais fez sucesso no dia: moranga recheada com shimeji e mignon.


Moranga recheada
com shimeji, catupiry e mignon



    Ingredientes

  • 4 mini morangas
  • 200g de shimeji
  • 30g de manteiga
  • 2 colheres de sopa de catupiry
  • 300g de mignon cortado em cubos bem pequenos
  • 1/2 cebola picada
  • 100ml de creme de leite
  • 50ml de shoyu
  • Óleo vegetal


Modo de preparo
Cozinhe as morangas até ficarem tenras o suficiente para cavar o buraco.
Tire o miolo da moranga e reserve.

Derreta a manteiga e cozinhe o shimeji nela por cerca de 3 minutos,
adicione o catupiry, mexa bem e apague o fogo.

Refogue a cebola em um pouco de óleo e doure o mignon
(Azeite não combina muito com o shimeji. Então se não quiser usar óleo vegetal, use manteiga).
Adicione então o shoyu fervendo por cerca de 10 min.
Apague o fogo e adicione o creme de leite.

Coloque 2 colheres de mignon no fundo da moranga e cubra com o shimeji.
Leve ao forno por cerca de 10 min.





Fotos: Natalia Valle

Quem acompanha o Gulab no instagram viu que marcamos presença na Bauernfest, festa alemã com atrações e comidas típicas. A festa do colono alemão acontece todo ano em Petrópolis, desde 1989, nos arredores do Palácio de Cristal. Estivemos na abertura dessa edição, que acaba no próximo domingo. O clima da festa é muito bom e as comidas são deliciosas. Se você está pensando em curtir a Bauernfest 2015 ou se programar para as próximas edições, aí vão algumas dicas para aproveitar a festa ao máximo:

Chegue cedo e vá embora cedo
A festa fica mais conhecida a cada ano que passa, atraindo um público muito grande. Achei que o espaço não foi suficiente, chega uma hora que fica complicado ir de uma barraca a outra. Quanto mais tarde, mais gente. Se você quiser evitar a multidão, vá embora antes das 17h. Independente do horário, prepare-se para enfrentar filas.

Leve dinheiro
Sabe aquele esquema de festa junina? É mais ou menos o mesmo, a maioria das barraquinhas não aceita cartão. As poucas que aceitam, organizam duas filas: uma para cartão e outra para dinheiro, a de dinheiro geralmente vai bem mais rápido então vá preparado. No geral achei os preços bons e honestos. A entrada é gratuita.

Cerveja Cidade Imperial
A maioria dos lugares oferece Bohemia, patrocinadora oficial do evento. Se quiser variar, tem a barraca da Cidade Imperial com 3 tipos de chope: Pilsen, Helles e Dunkel. Esse ano eles ainda prepararam uma cerveja especial para a festa, a Weizenbock foi feita com cinco tipos de malte, boa pedida para quem curte as amargas. Se você ainda não conhece as cervejas da marca, recomendo aproveitar a oportunidade e experimentar.

Almoço no Berna
A comida do Berna é a mais famosa, não deixe de provar pelo menos uma das opções. Recomendo o croquete de calabresa apimentado (comi três porções, de tão bom) e o joelho de porco servido com batata e chucrute.

Sobremesa na Willemsem
A barraca da confeitaria Willemsem oferece os melhores doces da festa. Desde tortas caprichadas até docinhos menores. Provei o tão falado bombom de morango, o favorito de uma amiga que frequenta a festa há anos, e é mesmo isso tudo. Coisa mais maravilhosa, grande, doce na medida certa e super cremoso por dentro. Eu gostei tanto que pretendo visitar a confeitaria na próxima ida a Petrópolis (há duas lojas na cidade).

Chocolate quente para esquentar
O Choconhaque é famosíssimo na Bauernfest, mas eu recomendo mesmo é o Chocointreau (chocolate quente com licor de laranja), maravilhoso. Há outras opções além do licor e do conhaque. Independente da que escolher, peça a dosagem de sua preferência, caso contrário será qualquer uma. No nosso grupo alguns vieram super fracos e outros fortes em excesso. Na mesma barraca vende um fondue de morango que também vale a pena provar.

Não subestime o frio
Por ser no estado do Rio, há quem pense que vai pegar aquele frio de meia tigela que estamos acostumados por aqui. Não se engane, acredite: você vai precisar de luva e gorro. Depois que o sol cai, a temperatura também cai consideravelmente. Além disso, a festa é ao ar livre então vá preparado. Para vocês terem uma ideia, no sábado fez 8 graus. Levei até roupa térmica que foi o que me salvou já que sou bem friorenta.

Kit banheiro
Os banheiros são químicos, pavor da mulherada, então recomendo levar um kit banheiro porque não terá papel ou como lavar as mãos. Há duas opções de banheiros limpinhos, porém ambas possuem filas enormes (papo de meia hora, visualiza). O primeiro banheiro normal fica no subterrâneo, atrás do Palácio de Cristal, e o segundo fica na fábrica da Cervejaria Bohemia.

+ Informações: bauernfest.allenweb.com.br




Vocês já decidiram o que vão aprontar na cozinha neste final de semana? Aqui no Gulab não faltam opções, mas há dias que tudo o que queremos é descansar. Por isso, preparamos cinco receitas rápidas que qualquer um pode fazer e que não ocupam muito tempo: pé de moleque, waffle fit, milkshake de chocolate, ganache com banana e crepioca para deixar o seu final de semana mais gostoso. Algumas delas já havíamos compartilhado no instagram, acompanhe a gente por lá também para não perder nenhuma dica. ❤


Fotos: Flavia Peroba e Bruna Rodrigues


Pé de moleque

  • 1kg de açúcar
  • 500g de amendoim com casca
  • 1 colher de chá de bicarbonato

Leve ao fogo o amendoim com o açúcar,
mexendo de vez em quando até derreter o açúcar.
Adicione o bicarbonato e mexa bem.

Unte com manteiga uma superfície lisa e coloque em porções para esfriar.
Retire 20 segundos depois.


Waffle Fit

  • 2 colheres de sopa de tapioca
  • 1 banana prata pequena amassada
  • 1 ovo batido

Prepare na máquina de waffle bem aquecida.
Acompanha bem calda de chocolate zero caloria (usamos a da Walden Farms)


Milkshake de chocolate com Shot

  • 3 colheres de sorvete de chocolate
  • 200ml de leite
  • 1 barrinha de shot (170g)

Bata tudo no liquidificador para um milkshake crocante.
Decore com mais pedacinhos de Shot por cima


Banana com ganache de chocolate

  • 180g de chocolate meio amargo
  • 1 caixinha de creme de leite

Leve ao microondas por 1:30 minutos.
Sirva com pedacinhos de banana ou outras frutas.


Crepioca

  • 3 colheres de sopa de tapioca
  • 1 colher de requeijão light ou creme de ricota light
  • 1 pitada de sal
  • 1 ovo

Misture e asse em frigideira antiaderente bem quente.
Sirva com o seu recheio preferido.





Fotos: Natalia Valle

Se você entende um pouco de gastronomia, acredito que percebeu que a minha culinária é um pouco masculina: ela é forte, prática, um tanto quanto bruta e falta uma preocupação estética, mas ela é certamente entusiasta. Acredito que a minha cozinha e forma de me movimentar nela são capazes de apresentar diversas características pessoais. Por isso fico extremamente feliz quando gostam e elogiam um prato meu, porque é quase como se estivessem me elogiando. Há muito de mim nos pratos que faço! Em dias tristes a tendência é que saiam pratos mais gelados, saladas, bebidas. Em dias alegres não faltam cores, cada sensação interna é colocada para fora.

A receita de hoje tem a ver com vaidade. Atualmente estou buscando esse meu lado aumentando a preocupação com a aparência sem deixar a doçura da espontaneidade e da tranquilidade. Este drink de saquê com morango e limão siciliano é reflexo dessa fase mais madura que estou passando.

Geralmente as receitas aqui do blog são porcionadas para 4 pessoas, mas esse drink eu porcionei para um casal. Se você quiser usar em festas, basta utilizar uma jarra no lugar das taças e multiplicar a receita.


Drink de saquê
com morango e limão siciliano



    Ingredientes

  • Suco de 3 limões sicilianos
  • 6 morangos cortados em fatias finas
  • 4 pedras de gelo
  • 3 colheres de sopa de açúcar
  • 4 doses de saquê

Modo de preparo
Em duas taças de espumante, coloque algumas fatias de morango no fundo e açúcar.
Cubra com gelo e mais morangos.
Coloque então o suco de limão e complete a taça com saquê.
Espere um minuto para gelar e beba seu drink.

Se você não for fã de bebidas alcoólicas mas quiser a beleza e delicadeza do drink,
substitua o saquê por água gasosa bem gelada e macere uma folhinha de hortelã
colocando no fundo da taça, vai dar um ótimo frescor.





1. Torta de manjericão com mirtilo 2. Smoothie de alface com banana 3. Cheesecake de manjericão com chocolate

Quando vocês pensam em legumes, vegetais e hortaliças, pensam em sobremesas? Lembramos no máximo do bolo de cenoura ou de uma torta de abóbora, não é? Tenho um amigo que diz que se ninguém faz com frequência é porque não fica bom, mas eu discordo. Acho que, na verdade, somos mal acostumados e muita gente tem receio de arriscar. Por isso vibro quando esbarro com ideias diferentes como essas. Já mostrei aqui que a beterraba tem sido um ingrediente bastante usado em sobremesas e hoje trago algumas mais ousadas como a pannacotta de aspargos e o bolo de chocolate com abobrinha. Quem vai se aventurar?


4. Pannacotta de aspargos 5. Bolo de chocolate com abobrinha 6. Barrinha de espinafre com cacau


7. Cupcake de batata doce 8. Brownie proteíco de couve com amêndoas 9. Biscoito de jalapeno com chocolate





Fotos: Bruna Rodrigues

Já contei para vocês que não sou muito experiente na cozinha, né? Ao contrário da Flávia, nossa chef, ainda estou aprendendo. Isso é super bacana no Gulab já que trazemos para vocês todos os níveis de dificuldade, tanto para quem está começando quanto para quem procura pratos mais caprichados. Eu sempre me aventuro na cozinha, especialmente para fazer doces (formiga assumida!). O resultado às vezes não é o esperado, acontece, mas tem dias que acerto na mão e fico toda boba com a minha mini-conquista.

Meu último motivo de orgulho foi o bolo de fubá que combinei de levar para uma festa junina. A receita é bem fácil e foi feita no liquidificador. Se você preferir usar margarina ao invés do óleo, basta fazer a nossa receita de bolo base com as substituições indicadas no post. O bolo de fubá fica ótimo com calda (chocolate ou limão siciliano são algumas das sugestões), mas escolhi fazer o meu sem porque achei que tinha mais a ver com o tema junino. Se quiser incrementar o seu, depois conta pra gente como ficou?



Bolo de fubá de liquidificador



    Ingredientes

  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de fermento
  • 2 xícaras de fubá
  • 2 xícaras de açúcar
  • 1 xícara de leite
  • 1 xícara de óleo
  • 3 ovos


Modo de preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador até que fique cremoso.
Sugiro ir batendo aos poucos, conforme colocar os ingredientes
para não forçar muito o liquidificador.

Coloque a mistura em uma forma untada e polvilhada com fubá.
Leve ao forno pré-aquecido a 180ᵒ por cerca de 50 minutos.




22 jun 15

Gadgets de viagem


Fotos: Natalia Valle

Quando planejamos uma viagem mais longa são tantas pendências para resolver e detalhes para se atentar que às vezes esquecemos do básico. Já falei de alguns aplicativos que gosto e hoje vou indicar gadgets de viagem e utensílios que facilitam demais a vida. Alguns eu já uso com frequência e outros estão na minha wishlist.

01. Headphone splitter
Muitas companhias aéreas oferecem filmes e seriados mas ainda assim costumo levar minha seleção no tablet. Vai que só tem coisa que você já assistiu? Vai que rola um tempo de espera no aeroporto ou uma conexão mais longa do que o previsto? Se você estiver viajando acompanhado, com o headphone splitter é possível compartilhar. Há varias marcas mas esse da Urban Outfitters é um dos mais bonitinhos que já vi, para até 3 fones.

02. Porta documentos
Acho muito prático levar uma carteira maior para os documentos, passagens e papéis importantes. Isso evita que a sua bolsa de mão fique aquela bagunça e ajuda a encontrar tudo com mais facilidade.

03. HD externo
Se me perguntarem o que mais gosto de fazer quando viajo, a resposta está na ponta da língua: fotografar. Em lugares novos o nosso olhar é completamente diferente, mais curioso e por isso mais interessante. Então sabe aquele momento chato que você tem que apagar algumas fotos para caber mais? Nem dou chance. Apesar de ter cartões de memória grandes, em viagens mais longas levo o HD externo para garantir não só mais espaço como ter um backup de tudo que foi registrado. Uma coisa que aprendi da pior maneira é que backup nunca é demais.

04. Saco especial para roupa molhada
Esse eu ainda não tenho mas está na wishlist. Quando viajo para praia quero aproveitar até os últimos minutos e isso, às vezes, faz com que não dê tempo do biquíni secar. Secador de cabelo nessas horas, quem nunca? O saco para roupas molhadas é feito de nylon resistente, garantindo que a umidade não passe para as outras roupas.

05. Porta moedas
Esse item não precisa de explicação, né? Mas é um daqueles que volta e meia eu esqueço de levar. A maioria dos países utilizam mais moedas do que notas, diferente do Brasil. Você vai sentir falta de um porta moedas extra e um pouco maior do que aqueles pequenos das carteiras.

06. Adaptador de tomada universal
Não adianta ter vários gadgets se você não conseguir carregá-los, correto? O adaptador universal é essencial e um investimento que vale a pena, nem todo hotel terá um para emprestar. O meu é da Swiss Travel e recomendo. Comprei há anos no freeshop e até hoje está firme e forte apesar das inúmeras vezes que deixei cair no chão.

07. Embalagem a vácuo
Essas embalagens para economizar espaço na mala são incríveis, vocês já usaram? A primeira vez que testei fiquei impressionada com a quantidade de roupa que pode caber em uma mochila pequena. Uso quando vou para lugares frios já que os casacos costumam ocupar muito espaço.

08. Balança digital para bagagem
Para não ter surpresas com as taxas no aeroporto, essa balança digital é pequena e prática nessas horas. Assim você pode conferir e dividir o peso caso necessário.

09. Bateria externa
Eu perdi a conta das vezes em que o celular descarregou em momentos importantes. Como durante as viagens a gente passa a maior parte do tempo na rua e ela não dura o dia inteiro, a bateria externa pode salvar vidas.

10. Saco estanque para eletrônicos
A função do saco estanque é proteger e manter os objetos secos. Se você já perdeu equipamento por conta de chuva e neve, sabe o que estou falando. Dê preferência para os de tecido, os de plástico não são tão confiáveis e rasgam com facilidade. Os mais famosos são os da Sea to summit, há vários tamanhos.