Gulab Receitas Sobremesas

Gulab Jamun

Fotos: Natalia Valle

O nome do nosso blog veio de uma sobremesa indiana muito popular, o Gulab Jamun. Por lá é comum encontrar o doce em casamentos e comemorações em geral. Estávamos à procurava de um nome fácil, curto, direto e Gulab foi certeiro por englobar o tema principal do site, além de dar margem a interpretação “Laboratório da Gula” e claro, tratar-se de uma sobremesa. Não faltam elogios ao docinho e sugestões diversas de acompanhamento. Ainda não havíamos provado, portanto decidimos fazer e mostrar para vocês as nossas impressões já que, além da curiosidade, essa é uma receita que não pode faltar aqui no blog!

Alguns dizem tratar-se de bolinhas de waffle, outros de donut indiano. Mas no jantar que oferecemos recentemente, parecia unânime: bolinho de chuva indiano. Como foi a primeira experiência com o doce, optou-se por deixar algumas bolinhas por mais tempo na calda do que outras, gerando uma divisão clara entre os convidados em relação a sobremesa. Particularmente, prefiro as que permanecem mais tempo na calda pois ficam bem macias. Vale a pena fazer dos dois jeitos para decidir qual lhe agrada mais. Servimos o gulab jamun com sorvete de baunilha + creme de coco, uma combinação de contraste excelente.


Gulab Jamum



    Ingredientes

  • 3 xícaras de açúcar
  • 6 xícaras de água
  • 1 xícara de leite em pó
  • 1/2 xícara de farinha de trigo
  • 1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 1/3 xícara de crème de leite fresco
    (pode substituir ½ por leite de coco)
  • Óleo para fritar



Modo de preparo
Faça a calda levando o açúcar e água ao fogo até que se dissolva por completo. Reserve.
A receita tradicional leva 1 colher de sopa de água de rosas, mas optei por não colocar.

Para começar e terminar a massa do gulab jamun,
tudo o que você vai precisar serão suas mãos e os ingredientes
(se tiver unhas compridas, use a batedeira em velocidade média/baixa).

Comece com os ingredientes secos (pode misturá-los em um bowl ou simplesmente sobre uma superfície lisa, abrindo uma cova para o líquido). Adicione o líquido aos poucos, procurando obter uma massa macia, mas não grudenta. Enrole, então, em bolinhas pequenas (muito cuidado com o tamanho, elas irão inchar bastante) e frite-as em óleo quente.

Coloque-as, ainda quentes, na calda e deixe entre 20 minutos e 2 horas.
Sugiro fazer das duas formas da primeira vez e decidir qual prefere.

20 minutos na calda, com 2 horas na geladeira, te darão uma sobremesa de textura firme e geladinha. 2 horas na calda te darão uma sobremesa incrívelmente macia, com sabor adocicado intenso e temperatura ambiente, contrastante com a sugestão de acompanhamento.


    Sugestões de acompanhamentos

  • Creme de coco (puro e gelado ou misturado
    a um sorvete de baunilha ou chantilly)
  • Sorvete de baunilha
  • Doce de leite
    (puro e gelado ou misturado a um sorvete de baunilha)
  • Calda de caramelo


You Might Also Like

6 comentários

  • Reply
    Marcia
    18 de outubro de 2010 at 0:50

    As fotos ficaram tão boas quanto o gulab!!! Escoltado pelo sorvete com creme de coco simplesmente divino!!!! As duas estão um espetáculo!

  • Reply
    Julieta Roe
    27 de outubro de 2010 at 22:50

    Fafs, eu trabalho com uma indiana e ja comi o vero… e uma deliiiiiiiiiiiiiiiicia !!! Beijos amore

  • Reply
    Lêuny
    29 de junho de 2013 at 16:21

    Olá, gente! Bom, Gulab jamuns são meu doce preferido e por isso ouso em fazer um comentário:
    Gulab significa Rosa e Jamun significa bola. Ou seja, o nome do doce já diz tudo: Bola de rosas. Ao fazer o doce sem o uso da água de rosas, você fez um outro doce, que não o Gulab Jamuns, porque a essência do doce é o aroma de rosas, que pode ser ainda enriquecido com cardamomo e outras especiarias. As especiarias enfim são opcionais, mas as rosas não.
    Desculpem se eu posso ter sido um pouco enfática, mas achi importante trazer minha opinião que é acompanhada de algum conhecimento de causa…
    Um abraço!

    • Reply
      Flavia
      2 de julho de 2013 at 8:30

      Oi Lêuny,
      adoramos as informações que você colocou sobre esse doce tão delicioso.

      Nesta nossa receita de Gulab Jamun não teve a água de rosas, porém mencionamos a existência e quantidade desse ingrediente para aqueles que quiserem seguir a regra ficarem a vontade e bem instruídos em usá-la.

      Nós aqui do Gulab acreditamos na transformação das receitas. Mencionamos sempre que criamos, que elas são base, mas que devem ser modificadas de acordo com o gosto, e seguimos receitas também modificando e transformando de acordo com o nosso.

      Sempre que tiver informações e dicas, fique a vontade para nos enviar.
      Adoramos curiosidades culinárias e descobrir tradições.

      Beijos

  • Reply
    Helena
    25 de agosto de 2014 at 6:12

    Bom dia, todos os gulabs que ja comi, feitos por amigas muculmanas sao polvilhados com coco ralado.

  • Reply
    joana jose Macuácua
    5 de junho de 2017 at 14:15

    Qui maravilha.amei e obrigado por essas receitas gostosas.bjjjj

  • Deixe um comentário