Clube do Livro

Clube do Livro

Tenho muitos vícios, mas o mais antigo e um dos mais saudáveis é o da leitura. Antes mesmo de ter nascido, ela já me era apresentada enquanto minha mãe lia para minha irmã. Aos poucos, livros como Polegarzinha, A maior boca do mundo e Curiosidade Premiada foram dando lugar para Jane Austen, Marian Keyes, Italo Calvino e muitos outros. Mudei várias vezes a preferência por um gênero em especial, mas permaneci fiel ao papel com letras. Ainda não consegui ceder ao kindle e download de livros. Tem algo mágico em olhar aquela deformação da página que foi marcada, mostrando que você já esteve naquela aventura.

Com meus livros de gastronomia acontece o mesmo. Leio blogs, assisto programas, mas o que amo mesmo é ter em mãos um livro de receitas, com bastante cara de usado, canto da página enrugado pela água que pingou, uma formiguinha que encontrou um grão de açúcar, e mesmo uma mancha amarela demonstrando que aquele livro sobreviveu a um jato de caldo de legumes.

Por essas e outras, hoje oficializamos uma nova seção aqui no Gulab: o nosso Clube do Livro, onde já falamos sobre o Gifts from the Kitchen, Food Fashion Friends e Brincando com a Comida. Sempre que tivermos uma boa dica vamos dividir com vocês o achado, e gostaríamos de comentários dividindo os de vocês também. Esperamos que vocês gostem!

A sugestão de hoje é o ótimo Cartas a um Jovem Chef, de Laurent Suaudeau. Ele apresenta a cozinha sob o olhar da experiência, de forma simples e direta com capítulos como Gastronomia e Cultura (para uma chef historiadora como eu, a melhor parte do livro), Produtos brasileiros, Bases da cozinha clássica (apesar do desejo de vanguarda, a nova geração da cozinha tem que entender a importância do clássico e Laurent nos ensina bem essa necessidade) e um capítulo especialmente encantador chamado Conhecer os alimentos. Livro que leio com carinho e recomendo com afeto.

You Might Also Like

2 comentários

  • Reply
    Carol Jardim
    20 de junho de 2011 at 13:31

    Compartilho do mesmo vício, com algumas diferenças: já amo os livros virtuais também, e não suporto marquinhas de água que pingou, pontinha das páginas gastas ou formigas! ahahha Sou super chata com meus livros!

    Lindo o seu blog! Já estou seguindo e não perca o próximo encontro do #bloggario!

    bjo

  • Reply
    Marcia
    21 de junho de 2011 at 18:33

    Rugas, vincos, pingos, marcas. Marcas do tempo. Atestado da vida. Livros, idéias, trocas de experiência, navegar pelos sonhos do outro. Aprendizado. Delícia! Hummmm…

  • Deixe um comentário