Variedades

Pé na estrada

Recentemente fiz Rio-São Paulo de carro em horários que pegavam do café da manhã ao almoço, o que significou planejamento gastronômico, dando uma alegria a mais para a viagem. Me diverti muito pensando no que levar e resolvi dividir com vocês o que funcionou e o que não deu certo.

Fotos: Flavia Peroba

Minha primeira dica é: evite migalhas. Comidas gostosas que resistam bem fora de geladeira são importantes, mas não devem produzir migalhas. O carro da ida será o da volta, e o ideal é mantê-lo limpo. Portanto nada de batatas salgadas como rufles e sanduíches em pães como ciabatta, baguette ou de sal – prefira os pães de forma e leite.

Para o recheio do sanduíche, recomendo pastas de ricota ou cottage com um extra (cenoura, pepino, etc) e uma boa mostarda. Nem pense em dar um toque especial com alface ou tomate!

Amendoim é um excelente companheiro para os momentos de tédio. Comidas miúdas são boas para ir comendo aos poucos e passar o tempo. Chocolate derrete mas se você não consegue viver sem, sugiro bombons, nada de chocolate em barra. Outra opção são biscoitos recheados em tamanho mini para não ter o problema da migalha. Tenha água no carro sempre, mas não exagere bebendo. Mais água, mais paradas, mais tempo de viagem.

Além disso, recomendo a brincadeira dos números: preste atenção nas placas.
Sempre que tiver uma placa com números repetidos em sequência (como xyz 4005) grite os quatro números e se dê um ponto. Ao final da viagem, quem tiver menos pontos paga o primeiro chop do grupo e uma coca-cola para o motorista ;)

You Might Also Like

2 comentários

  • Reply
    Ba Moretti
    9 de novembro de 2011 at 20:15

    De ser pura delícia fazer essas viagens.
    As dicas são válidas mesmo. Já passei pela experiência de devorar um saco de pão francês e chegar no meu destino em puro farelo, HAHA

  • Reply
    Natalia
    11 de novembro de 2011 at 10:34

    A dica da água é essencial, detesto viajar parando toda hora.

  • Deixe um comentário