Brasil Pará Viagem

Parauapebas: Bebericar Comes e Bebes

A 30 minutos de avião da capital paraense, Parauapebas é uma pequena cidade que cresce cada dia mais por conta da mineração. Quem vai pela primeira vez, se surpreende pela janela da aeronave com a imensidão da Floresta Nacional de Carajás e se pergunta como e aonde o avião irá pousar naquela infinitude verde. O único aeroporto da cidade está localizado dentro do parque nacional e de tão pequeno que é, só há uma sala de embarque e desembarque, além dos seus três terminais de atendimento.

Fotos: Mariana Valle

O setor, que atraiu muita mão de obra por conta das operações, trouxe mudanças significativas para a cidade. As primeiras já são visíveis ao se deparar com o único shopping da região, inaugurado no ano passado. As inúmeras locadoras de carro também são consequência do crescimento, além da entrada de pessoas de outras localidades a negócios ou por conta dos trabalhos operacionais e administrativos das minas de minério de ferro.

Mas o que todos – ou pelo menos a maioria – fazem nos seus tempos livres? Não tive dúvida ao ver a grande quantidade de bares e restaurantes na cidade. Se divertir em Parauapebas é beber uma boa cerveja gelada com amigos na rua suja de terra ao som de tecno brega. Fui com um grupo de colegas ao restaurante mais famoso de “Pebas”: Bebericar Comes e Bebes. Fomos em uma sexta-feira à noite, bem simples, mas acolhedor. A especialidade do Bebericar é peixe, obrigatório na culinária paraense.

Ao abrir o cardápio fiquei em dúvida: muqueca de camarão, bolinho de peixe, peixe na pedra, misto de peixe e a lista segue. Eram tantas as opções que ficou difícil decidir. Comecei com uma caipirinha e optamos pelo Misto de peixe e para acompanhar escolhemos arroz branco e farofa de dendê. O garçom logo avisou: “Vai demorar uns 40 minutos para ficar pronto”, e a espera valeu a pena. O prato foi servido numa chapa e a porção era mais do que generosa. O restaurante recomenda o prato para três pessoas, mas é tanta comida e dependendo da fome de cada um, dá para dividir com até quatro. O Misto de peixe é carne de filhote (peixe de rio) e pescado com camarão, ovo de codorna, mexilhão, cenoura, tomate e batata. Sempre gostei e comi peixe, mas era a primeira vez que iria provar o de rio e a experiência não poderia ser melhor. A carne estava macia e bem temperada, e com todos aqueles ingredientes juntos na chapa fez realmente com que me sentisse no Pará.

Bebericar
Rua Sapucaia, 3
Chácara do Sol
Parauapebas, Pará

You Might Also Like

2 comentários

  • Reply
    Mery
    23 de julho de 2012 at 16:52

    Por pouco não nos encontramos por lá. Sou de Minas Gerais e fui visitar minha irmã…fotografei um Tucunaré Recheado (esqueci o nome do restaurante) e o famoso Tacacá e Vatapá típicos da região. Também tem o pato no tucupi que parece ser delicioso inclusive foi feita no fantástico por aquele chef cheio de tecnologia hahaha…Adorei o post…Sempre passo pelo blog…estão de parabéns.

  • Reply
    Gulab
    7 de agosto de 2012 at 0:50

    Ah, perdemos isso no fantástico! Há mesmo pratos deliciosos na região.
    Obrigada pela visita, Mery :)

  • Deixe um comentário