Asia e Oceania Australia Viagem

Melbourne: Squires Loft

Fotos: JG

Na última parada da viagem, eu fiz questão de comer o que os australianos consideram uma carne realmente espetacular. Para isso, pedi muitas dicas aos locais, o que me levou a um pequeno restaurante chamado Squires Loft, em um dos famosos becos de Melbourne. Depois descobri que de pequeno só mesmo o lugar, o restaurante é muito famoso pelos cortes de carne, por utilizar grelhas customizadas, temperos secretos, e por possuir todas as certificações de Meat Standards da Austrália.

De entrada, novamente, os enormes camarões australianos. Dessa vez, servidos em barro fervendo com alho, azeite e ciabatta quentinha. As opções de carne, como não poderia deixar de ser, caminhavam de Poterhouse, Ribeye, T-Bone e Scoth, sendo todos cortes de Angus prime.

Não hesitei em pedir ao chef uma indicação da melhor carne da casa. Pedi então o meio do Angus, envolvido por todos os outros (incluindo o Porterhouse e o T-Bone), que se chama Eye Fillet, o fillet mignon do gado Angus. É a carne mais macia e suave, o mais magro de todos os cortes. A carne desmancha na boca como eu nunca havia comido. Eu sou realmente chato para carne e poder comer um corte tenro, bem temperado e macio para ser cortado com garfo, é inesquecível. Simplesmente o melhor steak que eu já provei na vida.

O preço dos cortes variam de 40 a 60 dólares cada. Preços salgados, porém posso garantir que vale a pena. O restaurante tem ainda uma carta enorme de vinhos, dos quais eu destaco com preços acessíveis, e excelentes para acompanhar os cortes: os tintos Brothers in Arms – Number 6 – Shiraz Cabernet, e o Zema Estate – Carbetnet sauvignon, este último bem marcante e forte, um dos vinhos que mais gostei na viagem, originário de Coonawarra na Austrália.

Squires Loft City Steakhouse
12 Goldie Place
Melbourne, Austrália
www.squiresloftcity.com.au

You Might Also Like

1 comentário

  • Reply
    Pedro Cambier
    12 de março de 2013 at 9:12

    Caraca João… e eu comendo aquela carne dura do bandeijão!!

  • Deixe um comentário