Entrevistas

Entrevista: Chef Joca Mesquita

Ana Carolina Portella, Joca Mesquita e Ciça Roxo
Fotos: Natalia Valle

O restaurante !Venga!, no Rio de Janeiro, é sucesso entre os cariocas e amantes da comida espanhola. O bar de tapas é referência na cidade e quem assina o cardápio é o chef Joca Mesquita, nosso entrevistado de hoje. Ele também é responsável pelos cardápios do asiático Mekong e do Zot Gastrobar. Além disso, faz parte da Aguce Gastronomia, empresa de consultoria na área, que conta com grandes nomes como as chefs Ciça Roxo e Ana Carolina Portella, e Giancarlo Pochettino, gerente de Alimentos e Bebidas do Hotel Windsor Atlântica.

Em entrevista ao Gulab, Joca contou sobre sua experiência e seus próximos projetos.

Você se formou em Geografia pela PUC-Rio. O que te fez mudar de ramo?
Cresci no interior do estado, em uma fazenda. O contato direto com a natureza me levou à Geografia, mas cresci também em uma família de cozinheiros, o que me manteve perto de fogões, panelas e muitas receitas.

No último ano de Geografia, a paixão pela gastronomia começou a falar mais alto.
Comecei a profissionalizar meu hobby, fazendo Gastronomia na UNIRIO, e logo depois fui para a Espanha fazer uma pós-graduação em Direção de Cozinha. Fiquei basicamente situado na cidade de Valência, onde ficava a faculdade. Era a terra do arroz e paella, o que para mim era quase um sinônimo de paraíso.

Como foi a experiência na Espanha?
Foi um grande crescimento. Quando estamos fora de nossas zonas de conforto, nos obrigamos a entender e superar os desafios de uma cultura diferente. O resultado disso é uma grande imersão em novos, diferentes e riquíssimos conhecimentos.

Qual foi o seu primeiro trabalho? Como foi o início da carreira?
Curiosamente meu primeiro trabalho em gastronomia foi em um projeto de consultoria na Espanha para os dois restaurantes da universidade. Passei por hotéis, restaurantes, empresa de eventos, etc. Retornei ao Brasil e logo comecei a trabalhar em um projeto de consultoria para um bar de tapas: o !Venga!. O projeto era de minha prima e sócia e o resultado foi excepcional.

Novos projetos começaram a surgir e logo criamos uma empresa especializada em consultoria: a Aguce Gastronomia, formada inicialmente por mim, a Ciça Roxo e seu marido, Giancarlo Pochettino. Após cinco anos de intensa atividade, abrimos diversas casas, executamos curadorias em festivais, grande eventos e todos os tipos de atividades ligadas à gastronomia. Recentemente tivemos a entrada de mais uma sócia: a chef de cozinha Ana Carolina Portella, que vem somar sua grande expertise ao corpo da empresa.

Como é o trabalho na Aguce Gastronomia?
O trabalho é riquíssimo. O nosso principal produto é a consultoria, onde desenvolvemos e criamos diversos projetos (restaurantes, bares, eventos, festivais, etc) da conceitualização ao resultado final. Essa amplitude possibilita uma vivência em diferentes culturas e saberes. Em um momento montamos um restaurante asiático, em outro, um espanhol, um brasileiro e por aí vai.

E como surgiu a oportunidade para trabalhar no restaurante Quadrifoglio Caffé?
O trabalho surgiu depois de um convite e foi inicialmente concebido para otimizar a produção dos restaurantes. Desenvolvo ações nas mais diversas áreas, o que torna o trabalho dinâmico e extremamente positivo.

Quais são os pratos mais pedidos no restaurante?
O forte dos pratos, de uma maneira geral, são as massas e os risotos. Uma grande novidade do novo cardápio são os stuzzichinis, entradas para serem compartilhadas ao estilo das tapas, e a utilização de carne de frango, verduras e legumes orgânicos nas receitas.

No início do ano, você foi à Ilha da Caras, em Angra dos Reis, cozinhar para alguns artistas. Como foi a experiência?
Cozinhar em eventos é sempre uma emoção, o trabalho é muito intenso e pontual, e como você “leva” sua cozinha, as dificuldades são maiores. Outro detalhe é a expectativa do comensal que de uma maneira geral acaba sendo maior do que a de um cliente em um restaurante. O evento da revista Caras não fugiu destas regras, mas o resultado foi muito positivo.

Já vivenciou algum momento engraçado na cozinha?
Momentos engraçados foram muitos. A descontração dentro da cozinha vive em constante contraste com a severa tensão do trabalho diário.

Como estão os preparativos para o restaurante Santiago?
O Santiago é um projeto interessantíssimo, seja pela liberdade autoral que o dono do estabelecimento nos permitiu, fundindo a gastronomia brasileira a espanhola, seja pela familiaridade com o conceito de bar, tapas e comidinhas bem transadas.

O restaurante será um bar de tapas com uma forte influência da região da Galícia, porém com uma grande abertura as tendências brasileiras. A previsão de abertura é entre junho e julho.

Tem algum outro projeto em vista?
Sempre. Atualmente estou focado no meu mestrado em Geografia, em que estudo a fome e nossa relação com o alimento dentro de uma perspectiva sustentável. Fora isso, a Aguce Gastronomia está em várias frentes, o que torna o meu trabalho e dos meus sócios em algo constantemente instigador e diversificado.

You Might Also Like

10 comentários

  • Reply
    Ana
    7 de junho de 2013 at 13:08

    Excelente trabalho Gulab!!!
    Parabéns!!!

  • Reply
    Sté
    7 de junho de 2013 at 16:19

    Que bacana, realmente essa imersão em outras culturas, esse desafio, acrescenta muito.

    beijos.

  • Reply
    Camila Faria
    7 de junho de 2013 at 17:23

    O !Venga! está sempre lotado nos finais de semana, ainda não consegui conhecer! Mas quero muito!

  • Reply
    Pamela Paz
    7 de junho de 2013 at 20:02

    Os pratos lindos, imagino como devem ser deliciosos.

  • Reply
    Lala Ismerim
    8 de junho de 2013 at 11:33

    Adorei essa entrevista!
    E só me deixa com mais vontade de conhecer todos os restaurantes do Rio! *-*
    Beijo

  • Reply
    Natalia
    8 de junho de 2013 at 13:51

    Hum, me deu água na boca!
    Adorei a entrevista :)
    beijos

  • Reply
    Ciça Roxo
    9 de junho de 2013 at 8:55

    Marina, a entrevista com o Joca ficou ótima. As fotos também. Foi um grande prazer receber o Gulab em um momento de criação da Aguce.

    Lala Ismerim, venha conhecer o Rio sim. É grande a diversidade de bons restaurantes. Entre as refeições a cidade sacia o apetite por beleza natural, programas culturais, esporte….

    Um grande abraço,
    Ciça Roxo

  • Reply
    Pá.
    9 de junho de 2013 at 18:10

    Yummy! deu água na boca…
    Beijos, Pá.
    @papalombo

  • Reply
    elisamello
    12 de junho de 2013 at 9:50

    Bacana, adorei a entrevistinha, super vontade de morar no Rio de Janeiro só pra visitar esse restaurante, os pratos são deliciosos! *O*

  • Reply
    Joca Mesquita
    15 de junho de 2013 at 20:58

    Mariana,
    Parabéns pela ótima matéria. Ficou muito bacana.
    eu e toda equipe da Aguce Gastronomia ficamos muito contentes com o resultado.
    Um grande beijo.

    Joca Mesquita.

  • Deixe um comentário