Europa França Viagem

Paris: Auberge de la Butte

Fotos: Mariana Valle

As ruas estreitas de Paris nos levam à lugares indescritíveis. Mas na maioria das vezes é um local turístico, cheio de pessoas com câmeras na mão. Para fugir do lugar comum e aproveitar um restaurante tipicamente parisiense sem grupos de viagem e famílias em férias, nos aventuramos pelo 13º arrondissement, um bairro nada turístico.

Na altura do metrô Place d’Italie, há prédios residenciais, comércios locais e principalmente cafés. A Rue Butte aux Cailles é tranquila e arborizada, e abriga inúmeros restaurantes como o Auberge de la Butte. Escolhemos como ponto de encontro com o Marcel Gussoni, do Sabor Sonoro, que coincidentemente também estava passando uns dias na cidade. (Ele fez alguns posts da viagem, vale a pena visitar o blog e conferir as dicas).

O lugar é pequeno e aconchegante e, assim que entramos, fomos muito bem recebidos pelo dono, um imigrante italiano. Como fomos durante a semana, optamos pelo menu do dia, que custava 15 euros e incluía entrada, prato principal e sobremesa. Para completar a experiência, pedimos uma garrafa de vinho tinto.

A entrada era uma sopa de alho poró, acompanhada por pão campagne (um pão típico francês). Como fazia frio, a escolha foi perfeita. A sopa estava bem temperada e o pão bem macio. De prato principal, nos serviram goulash, receita típica da gastronomia húngara. A carne estava no ponto certo e o molho tinha um leve toque de pimenta. Para finalizar, comemos figo com molho de frutas vermelhas. Confesso que não sou fã de figo, mas pela primeira vez eu realmente gostei. Não sei se foi a forma de preparo ou o molho que estava uma delícia.

A qualidade da comida e serviço é a mesma que a de um restaurante da Champs Elysées, mas o que importa é que desbravamos uma Paris desconhecida, calma e que faz parte do dia a dia de um morador local. Vez ou outra, é preciso fugir do lugar comum.

Auberge de la Butte
Rua de la Butte aux Cailles, 8
Metrô Place d’Italie – linhas 5, 6 e 7
Paris, França
www.aubergedelabutte.com

You Might Also Like

10 comentários

  • Reply
    Lidia
    5 de dezembro de 2013 at 11:33

    Caramba, 15 euros e vem tudo isso? Tá bem barato. Normalmente uns 12 euros em Viena era só o prato principal mesmo, mas daí vem um pratão enorme também… hahaha… quando eu fui pra lá, eu acabava pagando isso uma vez a cada tantos dias depois de ter comido várias porcarias pela rua, economizando em supermercados e tal, porque bah, em euro é tenso :P mas nada como provar a comida estrangeira – é uma das minhas partes preferidas da viagem! <3 Ainda mais porque tem o prazer de desfrutar do ambiente dos restaurantes também. Achei bem diferente esse figo aí… não gosto de frutas, mas fiquei curiosa em experimentar.

  • Reply
    Lala Ismerim
    5 de dezembro de 2013 at 14:18

    Adorei a dica!
    Acho que legal procurar lugares diferentes para vivenciar mais a cidade.
    Beijo

  • Reply
    Georgia Visacri
    5 de dezembro de 2013 at 15:56

    que delícia, eu amo goulash e AMO sopa!

  • Reply
    Vitória D'Ugo
    5 de dezembro de 2013 at 16:45

    Um desejo: conhecer, namorar e engordar em Paris! Que lugar mais encantador não é???
    Sou apaixonada … apesar de nunca ter conhecido!
    Amei seu blog, as imagens e tudo, parabéns!
    Beijos

  • Reply
    Ana Paula Andrade
    5 de dezembro de 2013 at 17:06

    Nossa quanta coisa linda, amei o post, bjs, Ana ;).

  • Reply
    ingrid
    5 de dezembro de 2013 at 22:12

    ah paris… quem sabe um dia né <3

  • Reply
    Fashion Jacket (@FashionJacket)
    6 de dezembro de 2013 at 12:04

    amei a dica ;)
    aqui em dublin também prefiro desbravar ‘luagres que turistas não conhecem’, a gente faz super achados, né?

    Beijos
    Nath

  • Reply
    lilian
    7 de dezembro de 2013 at 20:57

    agora me deu uma fome, adorei o post sonho um dia em visitar paris.

  • Reply
    Naty
    8 de dezembro de 2013 at 22:57

    qdo eu for conhecer Paris vou querer mtas dicas aqui do Gulab, com certeza! <3

  • Reply
    Fana
    20 de dezembro de 2013 at 16:21

    quando fui também me aventurava nesses pratos… come-se bem e paga-se mais barato…

  • Deixe um comentário