Aperitivos Entrada Receitas Sem Glúten Sem Lactose Vegana Vegetariana

Chips de batata doce com abobrinha

Fotos: Natalia Valle

Nesta onda da vida leve e saudável que dominou a nação, uma cozinheira às vezes fica um pouco sem chão, sem ter muita opção na geladeira para alegrar papilas sedentas por sabor mas que resistem a qualquer alimento mais calórico, lipídico ou quaisquer que sejam as nomeclaturas lights para alimentos mais gordinhos.

Eu adoro uma boa regada de azeite, manteiga e sal extra, mas eles tem sido excluídos cada vez mais da cozinha. Com isso, apareceram alguns alimentos que eu não tinha o hábito de usar: sal rosa do himalaya (tem elemento defumado, fazendo com que seja necessária menor quantidade de sal para salgar um alimento), azeite em spray (dispersão maior do azeite e uso menor) e batata doce (por ser um carboidrato com índice glicêmico menor).

Este Chips de batata doce com abobrinha é resultado da minha pesquisa e intenção de entreter um encontro com meus amigos sem os olhares tristes daqueles com restrições calóricas. Esta receita é uma ótima opção para acompanhar uma jarra de suco detox, ou simplesmente uma taça de vinho tinto (muito positivo para quem quer aumentar o metabolismo e se divertir ao mesmo tempo).

Chips de batata doce
com abobrinha



    Ingredientes

  • 1,5 kg de batata doce
  • Azeite extra virgem em spray
  • 1 ramo de alecrim
  • Sal rosa do himalaya
  • 0,500 kg de abobrinha (ou beterraba)



Modo de preparo
Lave bem as cascas da abobrinha e batata doce. Se você tem mandolin na sua cozinha, esse é o momento de tirá-lo do armário e aproveitar suas lâminas afiadas para cortar a batata doce e a abobrinha o mais fino que conseguir. Se não tiver, use a faca mais afiada da sua cozinha e corte em discos o mais fino possível.

Espalhe-os sobre uma assadeira (não use assadeira de metal muito fino porque corre o risco de queimar o fundo e não assar a parte de cima). É ideal que eles fiquem separados, mas caso não dê, coloque em no máximo duas camadas com um jato de spray de azeite entre e sobre elas.

Moa um pouco do sal e espalhe o alecrim (ainda nos ramos).
Leve ao forno por 1h30 e retire o alecrim antes de servir.

Se quiser acompanhar com um dip, uma boa opção é juntar 200ml de iogurte, 1 colher de chá de orégano, 1 colher de chá de azeite extra virgem, uma pitada de sal rosa do himalaya e misturar levemente, servindo o dip gelado e os chips em temperatura ambiente.

You Might Also Like

11 comentários

  • Reply
    Flávia Batista
    25 de agosto de 2014 at 11:23

    POxa, se tirasse a abobrinha… hehehehhehe
    Bjs

    • Reply
      Flavia
      25 de agosto de 2014 at 12:24

      Pode fazer sem, também fica gostoso! :)

  • Reply
    Alessandra Mess
    25 de agosto de 2014 at 11:28

    Oh my!
    Que a semana comece..
    E viva o lado bom (gula) da vida!

  • Reply
    Lala Ismerim
    25 de agosto de 2014 at 11:37

    Ai que delícia!
    Vou tentar fazer, já que nem sempre da pra comer batata frita. hehehehe…
    Beijo

  • Reply
    Rita P.
    25 de agosto de 2014 at 11:46

    Que bom aspecto!!

  • Reply
    Fê Gonçalves
    25 de agosto de 2014 at 14:02

    Ebaaa, agora sim, adorei a receita…hahaha…é que mudei os meus hábitos de alimentação e eliminei 13kg por conta da mudança. Essa dica é perfeita!!! Beijos

  • Reply
    Wanessa Oliveira
    25 de agosto de 2014 at 14:26

    Gente, o aspecto da chips fica sensacional!
    Curti a receita :D
    bj

  • Reply
    Juliana
    25 de agosto de 2014 at 15:59

    Que delícia!! Quero fazer! Deve ser tudo de bom. O melhor é totalmente vegana (só botar um iogurte de soja) a receita \o/

    Beijos!

  • Reply
    Patricia Leardine
    25 de agosto de 2014 at 18:20

    Não sou fã de batata doce, mas confesso que a receita mudou meus conceitos!

  • Reply
    Blog Fashion Jacket
    25 de agosto de 2014 at 20:38

    Eu não gosto muito de batata doce, mas sei que preciso aprender a gostar…é tão bom para a saúde e, olhando a sua receita, parece uma delícia!! Vou tentar dessa forma.

    Beijos

    Jéssica

  • Reply
    Amanda Schuler
    25 de agosto de 2014 at 23:20

    Megaaa funcional, nutricionalmente falando. hahahaha
    Tá na moda o sal rosa agora né?
    Me deu vontade de provar…
    beijocas

  • Deixe um comentário