Brasil Rio de Janeiro Viagem

Rio: Lima Restobar

Fotos: Natalia Valle

Desde que o peruano Lima inaugurou (coloca uns dois anos aí), tentei ir três vezes e nunca consegui. A fila no final de semana à noite era enorme e minha fome ainda maior. Resultado: acabava ou no Eccellenza ou no Tragga, duas casas ótimas que ficam pertinho. Desisti de vez do restaurante até que dia desses meu namorado levantou a ideia novamente. Horário de almoço + carnaval não haveria risco de fila, e para a nossa felicidade não tinha mesmo.

Eu diria que o Lima não é um restaurante para ir o tempo todo, ele ficaria guardado na minha lista de ocasiões especiais. Não é barato, mas é daqueles que você sai super satisfeito com a qualidade dos pratos e querendo voltar para conhecer o restante. Começamos com uma entrada deliciosa: camarões empanados com purê de batata doce com maracujá, um purê simplesmente sensacional que quase rouba o brilho do camarão. Tenho a impressão que o maracujá é o novo limão siciliano nos restaurantes, já notaram? Estou curtindo a onda. E a apresentação do prato? Impecável.

No cardápio há muitas opções de drinks com pisco, provamos o El Pituco (com pisco, morango, pimenta e limão) que estava ótimo e o Hierba Luisa (hierba luisa macerado com pisco, capim limão, amargo de angustura, limão e ginger ale) que não recomendo para quem não curte drinks amargos demais como eu (mas o namorado, que é fã, adorou).

De prato principal, já fomos com um em mente bastante elogiado por nossos amigos: Lomaso Saltado (filé mignon em tiras salteado com cebola e tomatinho, sabores defumados orientais e batata frita) que, de fato, faz jus à fama que tem. E não poderíamos deixar de provar os ceviches, na degustação você pode escolher 3.

Optei pelo Lima (peixe com leite de tigre batata e milho) que é uma delícia, o Chalaca que elegi como o mais saboroso e bem temperado (peixe, camarão, polvo, lula, leite de tigre com pimenta amarela e mandioca), e o Chevice al pesto que não me conquistou porque o sabor do peixe acaba escondido (peixe, lula, queijo frescal, com leite de tigre ao pesto). Se você ama ceviche, recomendo a degustação. Há mais opções que soam deliciosas no cardápio.

As duas sobremesas que provamos estavam perfeitas, ainda quero provar todas as outras. Suspiro limeño (redução de leite condensado e leite evaporado, finalizado com suspiro e canela) e Opera de lucuma (pão de ló de chocolate, creme de lucuma, ganache de chocolate, sorvete de baunilha). Final perfeito para uma refeição deliciosa!

Lima Restobar
Rua Visconde Caravelas, 113
Botafogo – Rio de Janeiro
facebook.com/LimaRestobar

You Might Also Like

4 comentários

  • Reply
    Fê Gonçalves
    9 de março de 2015 at 12:21

    Que pratos lindos e atrativos!! Eu amo ceviche e fiquei aqui cheia de vontade, já que é hora do almoço e ainda não almocei. :-) Beijinhos

  • Reply
    Lívia Alli
    9 de março de 2015 at 12:21

    ai pirei nas sobremesas , no drink e no aperitivo, td com cara mt boa, o lugar deve ser super bacana

  • Reply
    Marcella
    9 de março de 2015 at 19:10

    Que delícia essa dica. Adoro ceviche e fiquei aqui desejando conhecer!

    bjs Má

  • Reply
    kiri
    20 de março de 2015 at 10:42

    tb gostei bastante do lima, mas a fila é mto grande! não dá ! gosto mto do tupac em ipanema, acho que é do mesmo dono, mto bom! vou la só pra comer a panceta huuuummmmm mto bom!

  • Deixe um comentário