Cervejaria Eventos Na Prateleira Região Serrana Rio de Janeiro Viagem

As novas cervejas da Bohemia

Fotos: Natalia Valle

No sábado recebemos um convite gostoso: subir a serra para conhecer as novas da Bohemia. A cervejaria, localizada em Petrópolis, abriu as portas para um lançamento animado, bem organizado, com música e food trucks para apresentar os novos rólutos. Então lá fomos nós curtir o frio, comida e bebida boa em ótima companhia. Como recusar?

O evento mal havia começado e já estava bombando, o motivo de tanta procura é que a Bohemia deu um gostinho do que estava por vir. No ano passado, eles lançaram estas mesmas cervejas mas apenas em versão chope em alguns bares e festivais especializados. Ou seja, quem provou não parava de falar delas e quem não provou ficou naquela curiosidade.

A boa notícia é que agora elas chegam ao público engarrafadas. No evento degustamos tanto a versão chope quanto a de garrafa. Elas são inspiradas em sabores brasileiros e ganharam esses rótulos lindos. Minhas impressões:

A Bela Rosa é a preferida. Não só a minha, como a de muitos outros pelo o que ouvi no lançamento. Trata-se de uma Witbier com toque de pimenta rosa. Apesar disso, ela não é picante. A presença da pimenta é mais marcante no aroma. Ela é perceptível no paladar, porém bem leve. Achei isso ótimo porque não desequilibra a bebida já que ela é refrescante devido aos outros ingredientes (casca de limão, laranja e coentro). Maravilhosa, sério.

A Japutiba é uma IPA com toque de jabuticaba, sabor que senti presente apenas no final de cada gole. Ela é mais seca, bem encorpada e com amargor equilibrado. Opção boa para quem gosta das moderadas: nem forte, nem leve.

Por fim, provamos a Caá-Yari, que leva erva mate. Essa é para os fãs das amargas, mas amargas mesmo. Uma Belgian Blond Ale para os fortes (eu sou fraca, gente, alguns goles e olhe lá). Ela é levemente adocicada e com sabor maltado. Das três é a que mais se destaca, sem dúvida, talvez por isso mesmo tenha sido a preferida entre os nossos meninos.

Depois conhecemos o museu da cervejaria que não só conta a história da cerveja e de como a Bohemia surgiu, como o processo de fabricação. Na minha opinião a sala mais incrível é a de brassagem, que foi mantida em seu formato original. Achei demais aquilo tudo. Fazer cerveja dá trabalho, viu? Ainda mais naquelas proporções.

Um passeio bem bacana para quem ama a bebida. Por lá ainda rola o restaurante da Bohemia (já falamos dele aqui), vale a visita. E para quem ficar com vontade de experimentar as novas cervejas, elas chegam aos pontos de venda em breve e começam a ser vendidas esta semana no site Empório da Cerveja, com entrega para todo Brasil.

You Might Also Like

8 comentários

  • Reply
    Lady
    19 de maio de 2015 at 12:59

    Adorei as dicas! Ainda não tem disponível no Empório da cerveja, mas estou curiosíssima para experimentar.

  • Reply
    Carol R.
    19 de maio de 2015 at 13:33

    Post para mostrar por marido já
    bjs

  • Reply
    Marcella
    19 de maio de 2015 at 14:24

    Que bacana o post. Adoro cervejas artesanais e sou louca para conhecer a cervejaria bohemia.

    bjs Má

  • Reply
    Lala Ismerim
    20 de maio de 2015 at 11:58

    Olha, não sou fã de cerveja mas fiquei com vontade de provar as duas primeiras.
    Amei os rótulos!
    Beijo

  • Reply
    Flávia Batista
    20 de maio de 2015 at 16:05

    Eu adorava tomar Bohemia quando tomava cerveja. Hoje é muito raro.
    Bjs

  • Reply
    Patricia Leardine
    20 de maio de 2015 at 20:27

    Eu fiquei um bom tempo sem beber, mas de um ano pra cá (?) eu voltei a tomar cerveja. Sempre gostei de cerveja, e acho que hoje aprendi a beber e apreciar. Geralmente tomo uma e acabou. Gosto muito do tipo weissbier. Comecei a considerar uma viagem para Petrópolis, e se rolar, espero conhecer a cervejaria também. Não sei se o meu paladar encararia uma Caá-Yari…

  • Reply
    Ana Cecília
    21 de maio de 2015 at 11:07

    Como sou fã da primenta rosa (por suas inúmeras propriedades benéficas à saúde e potencial aromático), certamente irei apreciar a Bela Rosa.
    Surpreendente aposta da Bohemia!
    Ana Cecília

  • Reply
    Fê Gonçalves
    29 de maio de 2015 at 13:04

    Não tenho tomado cerveja, Nati, depois que mudei os meus hábitos. Mas me pareceu bem interessante essas duas cervejas. Já estive em Petrópolis e gostei bastante, é uma cidade muito gostosa para passear e ter contato com a história e a gastronomia. Beijos

  • Deixe um comentário