Brasil Rio Grande do Sul Viagem

Bento Gonçalves: Vale dos Vinhedos

Fotos: JG

Apesar de ter conhecido a Serra Gaúcha quando criança, minha vontade de voltar se intensificou desde que me tornei um grande apreciador (leia-se, também, bebedor) de vinhos. No último mês fui à cidade de Bento Gonçalves visitar o Vale dos Vinhedos, a região brasileira mais tradicional na produção de vinhos e casa das nossas mais famosas vinícolas. Inclusive, a vinícola da Dal Pizzol que comentamos essa semana aqui no blog, também fica lá. O passeio foi ótimo e voltei com muitas dicas para quem planeja visitar a cidade.

Transporte
Voamos do Rio até Caxias do Sul (com escala em São Paulo) e alugamos um carro para chegar até a cidade, um trajeto de cerca de 1 hora extremamente fácil e prazeroso de dirigir. Acho essencial ter um carro à disposição em Bento Gonçalves, pois o Vale dos Vinhedos possui inúmeras vinícolas, tanto pequenas, familiares e artesanais, quanto grandes marcas do setor, todas em uma única estrada e acessíveis apenas com transporte particular.

Hospedagem
Ficamos hospedados no Dall’Onder Grande Hotel, localizado em uma rua cheia de bares e restaurantes. Apesar da decoração antiga nos quartos, ele possui uma boa estrutura com piscina aquecida e dois restaurantes além de café da manhã. A estrada do Vale dos Vinhedos fica cerca de 15 minutos do centro de Bento Gonçalves.

Quando ir
Uma preciosa dica é fazer a viagem e visitas fora da época de férias (fomos em Agosto). Dessa forma, as vinícolas, lojas e passeios estão mais vazios e a experiência se torna mais especial com atendimento personalizado.

Vinícolas
As vinícolas são muitas, vale a pena pesquisar para montar o seu roteiro.
Após diversas visitas, destaco 4 delas que adorei:

Vinícola Salton
A Salton possui mais de 100 anos e é uma das poucas que ficam fora da estrada do Vale. Na verdade, ela está localizada no distrito de Tuiuty. O lugar é lindo e exibe um incrível relógio solar. As visitas custam em média R$ 15 sendo R$ 10 revertidos em compras na loja. Os passeios se estendem pela produção, engarrafamento e galerias da casa e são oferecidos até às 16h. A visita também inclui a degustação de alguns rótulos, sendo o nosso favorito o espumante Salton Poética Rosé – super frutado e refrescante, perfeito para tomar no calor.

Vinícola Miolo
A Miolo tem uma das casas mais belas do Vale, com imponentes vinhedos em volta e uma estrutura de turismo de impressionar. As visitas acontecem diariamente até as 16:30h e custam R$ 20 sendo R$ 5 revertidos em compras na loja. Além de poder conhecer a produção, a degustação inclui uma verdadeira aula de vinhos. Destaco o Miolo Reserva Tannat, cujas uvas são cultivadas na região da Campanha Gaúcha e envelhecidas em barris de madeira.

Vínicola Battistello
Menor em tamanho mas com grande qualidade. A vinícola jovem, de apenas 10 anos, possui opções muito boas de tinto com destaque para o Cabernet Franc que é bem estruturado. Fomos recebidos pelo dono da vinícola que guiou a visita e degustação, dando um charme a mais ao nosso passeio.

Vinícola Lídio Carraro
Eu já conhecia os vinhos mas fiquei curioso para saber mais da vinícola que apoiou eventos esportivos como o Pan de 2007 e a Copa do Mundo. A visita não decepcionou. Diferente de outros locais não há visita à fabricação, porém a degustação é extensa (passa por quase todos os rótulos) e é pessoal, feita individualmente ou por casal. A atenção ao solo (ou Terroir) e o conceito purista (mínima interferência nas uvas, ou seja, nem mesmo barris de madeira são utilizados) fazem os produtos únicos e deliciosos. Destacamos o vinho Dádivas Tempranillo e o Faces Rosé, não deixe de provar os dois, são deliciosos.

Onde comer
Nós conhecemos diversos restaurantes na região (alguns dos quais se misturaram na memória depois de muitas e muitas garrafas de vinho), porém o favorito a gente não esquece: a Pizzaria Entre Vinhos fica no começo do Vale, próximo ao complexo do hotel Villa Michelon. O destaque do lugar, além da pizza gostosa, é o salão e o conceito.

As estantes de vinhos com diversos rótulos dividem as mesas e os ambientes. E elas não estão ali por acaso, você mesmo pode pesquisar rótulos, preços, uvas e tipos de vinho, e ao encontrar o vinho certo e desejado, a garrafa é levada à mesa para ser aberta. Além do conceito que nos conquistou, o atendimento é excelente e comemos uma pizza incrível com o segundo melhor tomate da minha vida (difícil vencer Nápoles, certo?). Ah sim, e o melhor de tudo: preço honesto. Endereço: Rodovia RS 444 Km 18, 9, Vale dos Vinhedos

You Might Also Like

2 comentários

  • Reply
    Renata
    5 de outubro de 2015 at 7:02

    Já vou anotar aqui!
    Gostei da dica! Meu marido ama lugares assim <3
    beijinhos, Rê

  • Reply
    Clarissa Carino
    4 de novembro de 2015 at 17:18

    Estive na região das vinícolas nas férias de julho quando viajei para Gramado e amei! Apesar da estrada não ser muito boa, recomendo tirar um diazinho para visitar Bento Gonlçaves de Gramado/Canela. Adoramos a visitação na vinícola da Miolo e em uma vinícola familiar em Gramado, chamada Ravanello, que também indico! :)

    Beijo!

    Clá

  • Deixe um comentário