Europa Hungria Viagem

Budapeste: Menza, onde comer na praça Liszt Ferenc

Fotos: Natalia Valle

Não sei se foi sorte de iniciante, mas eu comi super bem em Budapeste em todos os restaurantes por onde tive a felicidade de passar. Porém, teve um que se destacou. Encontrei o Menza por acaso, era um dia corrido por isso queria algo pertinho do albergue. Então o foursquare (santo foursquare) apontou o restaurante como um dos mais bem avaliados da rua. Gostei tanto que voltei para almoçar lá mais uma vez antes de ir embora.

O Menza é um dos restaurantes da moda em torno da praça Liszt Ferenc, na esquina com a Andrássy street. O ambiente é lindo e moderno, bem espaçoso e o atendimento foi um dos mais simpáticos que tivemos. A comida é maravilhosa, até os pratos mais simples conseguem se destacar. E a melhor parte: tem opções deliciosas para todos os bolsos (os pratos principais ficam na faixa de 30 a 60 reais).

O meu preferido por lá foi o hambúrguer de pato com queijo gorgonzola, bacon e maionese de amora (que eu nunca tinha comido e achei a coisa mais saborosa e criativa). Se você estiver com a viagem marcada, não deixe de ir até lá e provar essa maravilha, garanto que vai valer a pena. Ainda vem acompanhado de batata frita, servida em uma cestinha de metal charmosa – apresentações fofas sempre me ganham.

Na ocasião acabamos pedindo pratos com pato, afinal de contas é algo que os húngaros sabem preparar muito bem. E cá entre nós: aqui no Brasil estes pratos possuem preços tão exorbitantes, que a boa é aproveitar mesmo. O Menza oferece uma entrada de torradas com patê de fígado de pato com chutney de cebola que é uma coisa tão deliciosa que até eu que não curto fígado queria repetir. Também escolhemos o peito de pato com molho de laranja, castanha e batata gratinada que estava bem suculento.

O cardápio ainda conta com saladas, sopas, peixes e massas (recomendo o ravioli recheado com salmão ao molho de mascarpone). As sobremesas eu não tive a ousadia de pedir. Comemos tão bem que voltamos rolando para o albergue. Aquela história de que sempre tem espaço para sobremesa só é verdade em um mundo ideal, a realidade de blogueira de gastronomia em gulatrip é outra. Mas é claro que dei aquela espiadinha no que eu estava perdendo: strudel caseiro de cereja com molho de baunilha e sorvete de semente de papoula, affe.

Menza Restaurante e Café
Liszt Ferenc 1061 – Budapeste
menzaetterem.hu

You Might Also Like

Comente

Deixe um comentário