America do Sul Peru Viagem

Lima: IK Restaurante

Fotos: Mariana Valle

Continuando nossas dicas no Peru, o Gulab foi convidado para uma degustação no IK Restaurante e a experiência não poderia ter sido melhor. Ele é um dos restaurantes mais pitorescos e originais da capital, com um conceito inovador que nenhuma outra casa da cidade tem. A sustentabilidade e a valorização dos produtos nacionais são o que norteiam a linha de pensamento do IK. Além disso, sua história vale ser contada: a casa é uma homenagem ao chef Ivan Kisic que concebeu toda a ideia do local mas não teve oportunidade de inaugurá-lo. Ivan faleceu em um acidente de carro aos 35 anos e seu irmão Franco Kisic, também dono de restaurante, deu continuidade ao projeto.

ambiente e pisco

Cada prato e cada detalhe na decoração tem sentimento, um significado, transformando toda a experiência em um momento especial. A arquitetura imita uma caixa de frutas e o ambiente também conta com uma experiênca sensorial através de aromas de terra misturado com planta.

parte da equipe do restaurante

Os detalhes são tão únicos, que mesmo ir ao banheiro se torna algo divertido. O banheiro foi projetado de tal forma que o cliente tem a sensação de estar saindo da “caixa” e entrando na natureza. As paredes e o chão são decorados com plantas e flores, a luz e o som ambiente são diferentes das do salão, ampliando a sensação de estarmos literalmente na floresta. Outro detalhe curioso do IK é que todas as mesas contam com uma iluminação própria. Cada uma tem um jogo de luzes refletindo algum tipo de desenho em forma de sombra (plantas, a agricultura peruana, etc).

batatas nativas

A equipe foi simpática e nos recebeu muito bem, provamos diversos pratos e aqui indico os nossos preferidos. A primeira entrada foi a La Oca, que é um creme de ricota caseiro com talos de oca silvestre (um tipo de planta nativa) e sal de arrayán. Seguimos com as Papas Ayacuchanas, batatas nativas com ocopa (molho peruano) e azeite de huacatay. Ambas são leves, com ingredientes simples mas sabor incrível.

la oca e conchas de abanico

Outra entrada que vale a pena provar são os Choclos asados con queso (milho orgânico com manteiga feita a base de queijo de cabra fresco). O cardápio também conta com palmito cozido na brasa e conchas de abanico feitas na churrasqueira com espuma de coral. A apresentação dos pratos é outro ponto que encanta.

milho com queijo de cabra

Como não podemos deixar de falar do clássico ceviche, o do IK é feito a base de polvo com cushuro. Para acompanhar sugiro o pisco da casa, que leva uva, suco de maçã e amêndoa, bem diferente!

panceta e ceviche

Para o prato principal, recomendo o Tartar Andino, que é carne de alpaca com emulsão de agrião e suflê de grãos. Outra boa pedida é o Pollo y setas silvestres (peito de frango com cogumelos silvestres de Cusco, cogumelo em pó e folha de segurelha). As opções do menu são muitas e bem variadas.

frango com cogumelos

Para os fãs de bacon, sugiro a Panceta en su jugo que leva bacon e uma mistura apimentada e agridoce. No menu também há pratos com peixe como o Pesca al horno, feito com a pesca do dia, salada de palmito e molho de tucupi.

peixe e chirimoya

Na parte dos doces tem opções como o picolé de sachatomate (fruta típica do Peru) e Chirimoya helada – uma gostosa espuma de iogurte com molho de lulo (fruta típica dos Andes).

palmito

Uma das principais sobremesas é a Todo sobre el cacao, que leva sorvete de mucílago (fruta típica peruana), frutos secos caramelizados e ganache de sementes. Simplesmente delicioso! Quem tiver interesse por um lugar que proporcione um jantar diferente do tradicional, o IK Restaurante é parada obrigatória no roteiro.

todo sobre el cacao

IK Restaurante
Faixa de preço (bebida, prato principal e sobremesa): R$ 80 a R$140 por pessoa
Calle Elías Aguirre, 179 – Miraflores, Lima
ivankisic.pe

You Might Also Like

3 comentários

  • Reply
    Lívia Madeira
    3 de março de 2017 at 10:26

    muito bacana e diferente o estilo do restaurante, gostei mt de conhecer!

  • Reply
    Thaís Maciel
    3 de março de 2017 at 12:04

    Amei a arquitetura e beleza do lugar e parece que esse cuidado continua nos pratos, super lindos, de se comer com os olhos!
    Bjos

  • Reply
    Stephanie Ferreia
    18 de março de 2017 at 14:47

    Fiquei babando nestes pratos, sou fã de restaurantes que valorizam os ingredientes locais <3

  • Deixe um comentário